Postagens

Agindo com doçura

Leitura Bíblica: Efésios 4.30-31 O Senhor cumprirá o seu propósito para comigo! Teu amor, Senhor, permanece para sempre; não abandones as obras das tuas mãos! (Sl 138.8) Você já deve ter escutado a expressão “Ganhou no grito”. Também deve conhecer pessoas que quando querem uma coisa erguem a voz, franzindo o rosto, e começam a gritar. Mas será que realmente ganha quem fala mais alto? Acredito que pode-se até ganhar algumas coisas no grito, mas é uma vitória com gosto amargo. Pode-se ganhar uma batalha, mas perder um amigo. Pode-se ganhar uma promoção, mas perder a reputação. A melhor vitória é do bom senso e da moderação. A força da doçura é maior do que a do grito.   Conta-se que um viajante caminhava pela estrada, quando encontrou um pequeno rio que corria tímido por entre as pedras. Continuou andando e seguindo o curso do rio, quando notou que ele ia ganhando volume e se tornando um rio maior. Bem mais adiante, o viajante viu o pequeno rio dividir-se em cachoeiras, num verdadeiro e

No caminho

Leitura Bíblica: Salmo 37.34-37 Tu, porém, segue o teu caminho até ao fim; pois descansarás e, ao fim dos dias, te levantarás para receber a tua herança (Dn 12.13). Um asno que conduzia seu amo trotava por um caminho fácil, mas depois pegou um caminho difícil, muito escarpado. Como ia caindo no fundo de um precipício, o homem o agarrou pela cauda e fez tudo para fazê-lo desistir da viagem. Mas o asno resistiu com todas as forças, de modo que o homem o largou dizendo: Está bem, venceste, mas ao mesmo tempo encontraste tua derrota. Quantas vezes andamos por caminhos perigosos e recebemos vários avisos de perigo. Deus fala conosco nos chamando de volta, mostrando que estamos correndo perigo. Mas nem sempre ouvimos a sua voz. Aí as consequências são desastrosas. Existe um caminho fácil e este é o caminho que Deus nos orienta a andar. Fácil, não no sentido de ausência de problemas, mas fácil por ser protegido por Deus. Um caminho em que somos orientados a superar os problemas.   Li uma fra

Felicidade

Leitura Bíblica: Salmo 4 Fizeste-me conhecer os caminhos da vida, encher-me-ás de alegria na tua presença (At 2.28). Você sabe que existe um perigo na busca pela felicidade? Veja o que disse A. W. Tozer: “Há, entre nós, uma ignóbil e irrespon­sável busca pela felicidade. Não creio que seja da vontade de Deus que devemos procurar ser felizes, mas que devemos buscar ser santos e úteis. O santo será um homem útil e, pro­vavelmente, um homem feliz; mas, se buscar apenas a felici­dade, esquecendo-se da santidade e da utilidade, nada mais é que um homem carnal”.   Tozer fala sobre a felicidade irresponsável - a busca pelo prazer como fonte de vida. Isso realmente não é algo bom, mas sim perigoso. A busca pela felicidade irresponsável é egoísta, não mede as consequências e não se importa com Deus. É uma felicidade materialista, prepotente e orgulhosa. Gosto muito da ideia de que felicidade não é algo que buscamos e sim algo que acontece naturalmente quando vivemos de maneira correta. Felicida

Meu tesouro

Leitura Bíblica: 1 Timóteo 6.6-10 Riquezas e glória vêm de ti, tu dominas sobre tudo, na tua mão há força e poder; contigo está o engrandecer e a tudo dar força (1 Cr 29.12). Devemos tomar cuidado com o apego excessivo aos bens materiais, títulos, cargos e tudo que venha tentar tomar o lugar de Deus em nosso coração. É certo que nosso maior tesouro não pode ser material e sim, espiritual. Às vezes, um simples ato de trocar a palavra “meu” (minha) para “o” (a), pode sinalizar à nossa consciência esta verdade. Por exemplo, podemos dizer o carro no lugar de meu carro. Falando sobre isso, A. W. Tozer cita o exemplo de Abraão, um homem muito rico, mas que aprendeu a viver pela fé. Não tinha orgulho ou apego às suas posses. “Abraão tinha tudo, mas não possuía nada. Este é o segredo espiritual. O mundo dizia ‘Abraão é rico’; o velho patriarca, no entanto, apenas sorria. Sabia que seus verdadeiros tesouros eram interiores e eternos” (Tozer).   Precisamos lembrar que o apego material é um grand

Privilégios e responsabilidades

Leitura Bíblica: 1 Coríntios 9.15-16 Buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração (Jr 29.13). Dois burros iam pela estrada, um com uma carga de aveia, outro levando barras de prata. Este segundo, cheio de si com a carga tão preciosa. Mas logo apareceu um bando inimigo e foi direto contra o burro com a carga de prata. Ele foi espancado, teve sua carga roubada enquanto nem olharam para o outro burro. O burro caído ficou sem saber o que fazer. Enquanto seu amigo mais humilde disse: Nem sempre é bom ter um alto emprego no mundo. Servindo tu, como eu, a um modesto moleiro, não te acharias quase moribundo. Moral da história: Sofre maior risco quem tem maior responsabilidade.  Esta ideia é verdadeira. Quanto mais alto, embora melhor seja a vista, maior é a queda. Quanto mais autoridade, mais responsabilidade. Pensando no privilégio da salvação, devemos lembrar que ser atingido pela sua graça é um privilégio maravilhoso, mas que traz para nós grande responsabilidade.

Viva melhor

Leitura Bíblica: 2 Coríntios 5.15-17 Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de ternos afetos de misericórdia, de bondade, de humildade, de mansidão, de longanimidade (Cl 3.12). O filósofo holandês Herman Dooyeweerd escreveu: “Uma imagem não pode ser nada em si mesma. O homem existe; ou seja, ele não pode encontrar a si mesmo a não ser a partir de um ponto fora de si, no relacionamento com sua origem. Toda a amplitude da luta pela identidade pode, portanto, ser mais bem compreendida em termos do caráter de Deus e de nossa interação com ele”. Devemos lembrar que “nossa identidade vem de uma fonte além de si mesma. É uma identidade derivada” (Dick Keyes).   Nosso crescimento está relacionado a isso, a esta busca por Deus, ao desejo de cada dia ser mais parecido com Jesus e andar como ele andou. Jesus disse: “Em verdade, em verdade vos digo que aquele que crê em mim fará também as obras que eu faço e outras maiores fará, porque eu vou para junto do Pai” (Jo 14.12). Sim,

Já é hora

Leitura Bíblica: Romanos 13.11-14 Pois somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas (Ef 2.10).   Um evangelista contou a seguinte ilustração chamada Reunião no Inferno: Satanás se reuniu com os seus demônios mais importantes e ordenou que criassem uma nova mentira para capturar mais almas. Já sei! - exclamou um dos demônios - Vou à Terra dizer às pessoas que Deus não existe. Não vai funcionar - disse Satanás - É só olhar em volta para ver que existe um Deus. Vou lhes dizer que o céu não existe - sugeriu o segundo demônio, mas Satanás rejeitou sua ideia, dizendo: Todos sabem que existe vida depois da morte e querem ir para o céu. Então vamos lhes dizer que o inferno não existe! - disse o terceiro demônio. Não! - retrucou Satanás - A consciência dos pecadores lhes diz que seus pecados serão julgados. Precisamos de uma mentira melhor. Então, muito tranquilamente, o último demônio falou: Creio que tenho a solução

Adquira conhecimento

Leitura Bíblica: Colossenses 2.2-5 Porque o SENHOR dá a sabedoria, e da sua boca vem a inteligência e o entendimento (Pv 2.6).   Tornamo-nos uma geração cheia de conhecimentos, especificações e informações. Dados e mais dados ao nosso dispor, por todos os lados, em celulares, tabletes, notebooks, nos auxiliam a encontrarmos tudo e todos em poucos cliques. Será que isso tudo tem nos enchido de conhecimento ou tem nos tornado cada vez mais rasos e superficiais? Infelizmente, acredito que a maioria das pessoas não tem aproveitado, de forma correta, esses privilégios do mundo moderno. Falando sobre isso, o Rev. Weslei Eller comentou: “Deus criou uma infinidade de coisas neste mundo para que nós, primícias da criação, capacitados com raciocínio, pudéssemos nos ocupar por toda a nossa existência com a aquisição e transmissão de conhecimento. Negligenciar este privilégio leva o homem a uma vida sem sentido e inútil. Seja qual for a sua necessidade de conhecimento, peça a Deus, ele é a fonte.

Culpa e aceitação

Leitura Bíblica: Lucas 14.20-24 Pois, tanto o que santifica como os que são santificados, todos vêm de um só. Por isso, é que ele não se envergonha de lhes chamar irmãos (Hb 2.11). A culpa faz parte de nossa vida. Às vezes uma culpa verdadeira, mas tantas outras uma falsa culpa. Deus diz: “Eu te perdoo”, “Eu te aceito” ou “Eu te amo”, mas nossa culpa, às vezes, nos faz duvidar disso. Dizemos: “Eu? Acho que não”. Falta-nos autoaceitação. Dick Keyes disse: “Autoaceitação é construída no fundamento de uma compreensão e apreciação do perdão e aceitação de Deus”. Quando compreendemos a profundidade do amor de Deus, somos livres da culpa. Dick continua: “Deus nos aceita pessoalmente na nossa vergonha. Se você parar para pensar, verá que aceitação é algo além do perdão. Você pode perdoar alguém e mesmo assim não gostar de estar com aquela pessoa ou viajar com ela nas férias. Deus não apenas perdoa, mas ele nos aceita pessoalmente, querendo estar conosco porque ele nos ama. Na nossa confusão,

Porção para o dia

Leitura Bíblica: Mateus 6.25-34 Bendito seja o SENHOR que, dia a dia, leva o nosso fardo! Deus é a nossa salvação (Sl 68.19). “E, quanto à sua subsistência, pelo rei lhe foi dada subsistência contínua, a porção de cada dia no seu dia, todos os dias da sua vida” (2Rs 25.30). Li um comentário deste versículo, no devocionário Dia a Dia com Spurgeon, que dizia: “Joaquim não foi despedido do palácio do rei com uma provisão suficiente para vários meses; seu provimento lhe foi dado como uma porção diária. Nisso ele bem retrata a feliz posição de todos do povo do Senhor. Uma porção diária é tudo de que o homem realmente precisa. Nós não precisamos de suprimentos para o amanhã, pois esse dia ainda não raiou, e suas necessidades ainda não nasceram”.   As palavras de Spurgeon confortam nosso coração, embora não seja tão fácil vivê-las na prática. Somos muito ansiosos, queremos saber se teremos saúde, emprego no futuro, etc. Sofremos por antecipação pensando se teremos condição de resolver divers