Os impossíveis!

Leitura Bíblica: Colossenses 1.24-29

Os impossíveis dos homens são possíveis para Deus (Lc 18.27).

A professora de uma classe de crianças pediu aos seus alunos que escrevessem uma pequena redação sobre algum animal. Eles deveriam contar a sua história para os colegas da turma. Quando chegou a vez de um garoto, ele veio à frente e começou a narrar o que escreveu sobre uma pequena tartaruga: “Ela estava sendo perseguida por um enorme e feroz urso e ele estava tão próximo que ela podia sentir a respiração quente da fera”, contava animado o menino. “Quando estava para ser alcançada”, prosseguiu ele, “viu-se diante de uma grande árvore e subindo rapidamente conseguiu escapar do urso faminto”. Ao chegar nesse ponto, a professora o interrompeu dizendo: “Tartarugas não sobem em árvores”. “Bem”, respondeu o menino um tanto embaraçado, “esta não tinha outra coisa a fazer!”
Um comentário sobre esta história dizia: “Apesar da engraçada saída do garoto, podemos refletir seriamente sobre situações semelhantes que, por vezes, nos atingem. Quantas vezes já nos vimos imbuídos na tentativa de escapar de problemas que nos afligem e que parecem insolúveis? Corremos de cá para lá e de lá para cá, nos cansamos e tudo continua na mesma! Nos esquecemos de que ‘tudo é possível ao que crê’ (Mc 9.23)! Se aquele ingênuo garoto conseguiu fazer uma tartaruga subir em uma árvore para escapar da perseguição, muito mais, verdadeiramente, Deus poderá fazer por nós!”’
Se Deus tornou possível a nossa salvação, não nos ajudará nas demais necessidade? “Aquele que não poupou o seu próprio Filho, antes, por todos nós o entregou, porventura, não nos dará graciosamente com ele todas as coisas?” (Rm 8.32). Se por algum momento chegarmos a pensar que não existe saída para algum problema, alguma angústia, lembremo-nos do Senhor, que abriu o mar para o povo passar. Que curou os cegos e libertou os cativos de suas algemas. “Porque para Deus não haverá impossíveis em todas as suas promessas” (Lc 1.37).

Supere as barreiras através da fé. 

Comentários