Não acrediteis


Leitura Bíblica: Atos 17.10-15

Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas operando grandes sinais e prodígios para enganar, se possível, os próprios eleitos (Mt 24.24).

Greg Laurie conta que um inspetor da Scotland Yard de Londres tinha o trabalho de separar o dinheiro falso do verdadeiro. Alguém comentou com o inspetor que ele devia gastar muito tempo olhando para o dinheiro falso. “Oh, não”, ele respondeu. “Eu passo o dia todo trabalhando com dinheiro verdadeiro. Então, quando me deparo com uma nota falsa, sei imediatamente”. Greg aplica esta história ao problema dos falsos ensinamentos. Ele lembra que o mais complicado sobre o falso ensinamento é que ele não é 100% falso. Talvez seja 20% falso. Talvez a maior parte seja boa e 20% seja falsa. No entanto, essa pequena parte pode ser espiritualmente destrutiva. 
A única forma de identificar os falsos ensinamentos é estando bem familiarizado com a verdade. Você não precisa gastar muito tempo estudando as heresias e filosofias deste mundo. Não precisa ser bacharel em bruxaria. Mestre em seitas. O que precisamos é conhecer a verdade. Estudar a Bíblia. Examinar as escrituras. A partir do momento que eu busco conhecer a verdade, me torno apto para detectar um falso ensino. Identifico logo como falso quando vejo algo que contradiz a Bíblia. Um exemplo para nós são os cristãos de Bereia que receberam a palavra dos missionários Paulo e Silas “com toda a avidez, examinando as Escrituras todos os dias para ver se as coisas eram, de fato, assim” (At 17.11).  
Precisamos estar preparados. Sempre existirão falsos mestres e falsos profetas que tentarão perverter os verdadeiros ensinos bíblicos. Eles querem enganar os seguidores de Jesus. Estejamos alertas aos seus ataques. “Cuidado que ninguém vos venha a enredar com sua filosofia e vãs sutilezas, conforme a tradição dos homens, conforme os rudimentos do mundo e não segundo Cristo” (Cl 2.8). Sigamos a verdade, permanecendo no que temos aprendido. 

A verdade permanece para sempre.  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Até o fim

Humildade e mansidão

Verdadeira grandeza